Dentre os tipos de pequenas e médias empresas nas quais você pode investir, uma fábrica de sorvetes é aquela que oferece uma das melhores relações custo-benefício. Para tanto, porém, adquirir uma máquina de sorvetes adequada será fundamental. A dúvida quanto a que equipamento escolher ronda os empreendedores, já que existem muitas opções no mercado.

Uma boa máquina de sorvetes será a alma do seu negócio, portanto, é necessário aprender a escolher esse equipamento da forma correta. Confira algumas dicas que selecionamos para ajudar você!

Por que investir em sorveterias?

O mercado de sorvetes é um dos que mais crescem no país. Nos últimos anos, o brasileiro tem se atentado ao fato de que essa sobremesa não precisa ser consumida apenas nos meses mais quentes. Embora esse seja o período em que o alimento ainda é mais vendido, a sazonalidade não tem mais um impacto tão grande sobre o fluxo de caixa dos negócios.

Um dos principais motivos para isso é a diversificação das empresas que produzem sorvetes. Antes dedicadas unicamente a essa iguaria e aos picolés, hoje elas também comercializam açaís, sundaes e paletas, que caíram no gosto da população. Por existirem mais formatos para se consumir a sobremesa, e eles podem ser produzidos em uma planta só, mais investidores e consumidores têm optado pelo sorvete.

Ainda que não consumamos tanto sorvete quanto países mais frios, como o Canadá, as novas opções e a venda de sorvete como sobremesa, acompanhado de bolos e crepes, tem modificado essa realidade. Investir em uma boa máquina de sorvetes, capaz de alimentar essa demanda, é um dos passos fundamentais para fazer dinheiro com a venda do alimento.

Listamos, abaixo, alguns dos principais motivos para abrir um negócio de sorvetes. Confira!

O consumo do produto tem aumentado nos últimos anos

Na última década, o consumo de sorvetes aumentou significativamente no Brasil. Passamos a consumir mais litros do alimento e, portanto, começamos a experimentar novos sabores e marcas. Isso lhe dá a oportunidade de construir um negócio na área e encontrar um público aberto a essa novidade.

O ticket médio na venda de gelados comestíveis hoje é superior

Produtos especiais, como sorvetes artesanais, picolés gourmet e gelatos, trazem mais renda para quem os comercializa. Um indicativo disso é o fato de que o ticket médio para cada venda de gelato varia entre R$ 8 e R$ 12.

Produtos como o açaí vêm ganhando mercado

A preocupação do brasileiro com a saúde aumentou, e produtos sem lactose ou que oferecem benefícios à dieta, como o açaí, são alguns dos mais procurados. Com uma boa máquina de sorvetes, é possível vendê-los e atrair mais consumidores para a sua empresa.

É possível montar um negócio com baixo investimento

Uma única máquina de sorvete é capaz de produzir muitos litros da sobremesa, o que significa que não é preciso investir em uma planta industrial complexa para dar início a um empreendimento nessa área. O custo para dar os primeiros passos é muito menor do que o que vemos em outras fábricas, mesmo as de pequeno porte.

O que é preciso para entrar no mercado de sorvetes?

Para começar uma fábrica de sorvetes, você precisa tomar decisões bem embasadas. Ou seja, deve trabalhar para conhecer o mercado local e entender como ele consome esse alimento. Um foco no varejo ou no atacado também fará toda a diferença nos seus resultados, e isso deve estar previsto em seu plano de negócios.

Lojas são montadas para atender o público final, ou seja, funcionam como um comércio de varejo. Elas exigem um ponto comercial de movimento considerável, acesso fácil e, preferencialmente, um estacionamento. Visualizar a loja com clareza, mesmo que se esteja passando apenas do lado de fora, é necessário para atrair movimento.

Nesse sentido, pontos comerciais que ficam próximos a outros negócios são vantajosos para quem opta pelo varejo.

Já quem fará uma produção industrial de sorvetes, destinada à venda para outras empresas, precisará, antes de tudo, de espaço. Uma infraestrutura adequada para lidar com uma produção maior deve considerar a entrada e saída de mercadorias, um espaço para expandir a produção quando isso vier a ser necessário e local dedicado à estocagem do produto.

Freezers que são distribuídos para os clientes e expõem o seu produto em lojas também são parte do investimento. Eles devem ser capazes de dar destaque àquilo que você vende e chamar atenção para a sua empresa.

Se já tiver pensado em tudo isso, é hora de começar a escolher a máquina de sorvetes ideal.

Como escolher uma máquina de sorvetes de qualidade para meu negócio?

Ao escolher uma máquina de sorvetes, o empreendedor deve estar atento para algumas características que demonstram tanto a capacidade do fornecedor de entregar soluções de alta qualidade quanto o quão bem aquele equipamento funcionará para o seu tipo de negócio.

Busque por máquinas certificadas

As máquinas de sorvete que têm certificações de empresas como o Inmetro e a Comunidade Europeia (CE) têm procedência comprovada. Elas não falharão em momentos cruciais para o seu negócio, pois foram testadas em múltiplos cenários e oferecem segurança e produtividade equivalentes às especificações passadas pelo fornecedor.

Pense em seu tipo de negócio

Anteriormente, mencionamos a criação de um plano de negócios como ponto de partida. É aqui que ele vem a calhar. Quem vende mais de um produto (como sorvetes, picolés e açaí) precisa de uma máquina diferente de quem vende apenas um deles.

Do mesmo modo, quem precisa produzir quantidades grandes deve encontrar máquinas com maior vazão.

Considere as características da máquina

Cada máquina funciona melhor em um contexto. Quem produz gelatos, por exemplo, precisa que o equipamento chegue a temperaturas como -10° C ou -11º C e proporcione um batimento ultrafino do produto. Cada tipo de empreendimento terá necessidades em particular que deverão ser contempladas pelos equipamentos que escolheu.

Procure equipamentos com sistemas de energia otimizados

Os sistemas economizadores de energia permitem que o seu negócio poupe esse recurso e tenha mais dinheiro para investir em outras áreas. Há equipamentos no mercado que não contam com isso, e você poderá usar esse critério como diferencial.

Visite seu fornecedor

Para conhecer melhor como funciona a máquina escolhida, visite quem a produz. Essa pessoa poderá lhe mostrar não apenas como o equipamento funciona, mas que tipo de treinamentos e especializações oferece para ajudá-lo na hora de operá-la.

Consulte a equipe de engenharia

Bons fornecedores têm uma equipe de engenharia responsável pelo projeto de suas máquinas. Essa equipe é que presta atendimento e certifica-se do funcionamento de cada uma delas.

Uma empresa que não conta com um time de engenheiros pode não conseguir lhe oferecer assistência e produtos de qualidade.

Conheça a resistência da máquina escolhida

Há máquinas no mercado que não permitem que você trabalhe com múltiplos alimentos. Outras não são apropriadas para a produção de  açaí, por exemplo, pois ele pode prejudicar os componentes do equipamento.

Conhecer a resistência do produto é algo que o empreendedor deve fazer para utilizar sua máquina com o máximo de eficiência.

Encontre um fornecedor que é referência no mercado

Escolher uma empresa pronta para lidar com suas necessidades, que tem experiência no mercado e conhece bem o funcionamento das indústrias de sorvete é essencial. Ela o guiará durante a escolha dos equipamentos certos para a sua empresa, independentemente do tamanho, e o orientará em treinamentos e workshops de introdução a esse universo, mesmo que você nunca tenha trabalhado na área.

A FINAMAC é líder na venda de máquinas de sorvetes internacionalmente, pela qualidade dos produtos e serviços que oferece. Entre em contato conosco e descubra o que podemos fazer pelo seu empreendimento!