O setor de alimentos e bebidas é um dos que mais movimenta dinheiro em todo o Brasil, sendo, inclusive, a porta de entrada para muitas pessoas que querem começar um negócio. E uma das melhores formas de dar início a uma jornada empreendedora de sucesso é adquirindo de uma máquina de sorvete expresso.

Afinal, dentro do ramo de alimentação, a produção e venda de sorvetes é uma das atividades que mais se destaca em um país tropical como o nosso. Isso se deve tanto pela facilidade de ingresso no mercado quanto pela lucratividade do negócio.

Se você também sonha em ser seu próprio patrão e ter uma empresa próspera vendendo sorvetes, este guia é para você! Ao longo deste material, nós da Finamac lhe mostraremos tudo o que é preciso saber sobre a máquina de sorvete expresso. Confira!

Antes de mais nada, o que é sorvete expresso?

Embora pareça uma sobremesa simples e familiar, quando falamos em sorvete podemos nos referir a diversos tipos de preparação. Cada uma delas requer uma técnica distinta de fabricação e gera um resultado diferente. 

Um sorvete do tipo gelato, por exemplo, tem uma textura mais macia e densa, podendo levar frutas frescas, sementes ou nozes. Já o sorvete tipo massa é aquele vendido em potes, que encontramos facilmente em supermercados e lojas de conveniência, e normalmente destina-se ao consumo familiar.

O sorvete expresso é aquele que vemos, principalmente, em quiosques dentro de shopping centers e em ruas de alto movimento. Ele é tradicionalmente servido em casquinhas crocantes com ou sem cobertura. Esse sorvete se caracteriza pela rapidez do serviço, apresentando ótimo sabor e cremosidade, uma vez que acabou de sair da máquina.

Embora costume ser vendido em dois sabores, além de uma opção mista, já é possível encontrar no mercado máquinas de sorvete expresso que permitem produzir açaí, adicionar filetes coloridos e alterar o formato do sorvete. Com isso, você consegue alcançar um público mais diverso.

Como funciona a máquina de sorvete expresso?

Um dos motivos do grande sucesso da máquina de sorvete expresso é a alta lucratividade desse negócio e a simplicidade de preparo dos sorvetes. O equipamento serve as porções na hora, de acordo com a demanda da sua clientela.

Para que o sorvete saia perfeito da máquina, com a textura e o sabor ideais, basta alimentar seu aparelho com uma calda que você mesmo pode preparar ou optar por caldas prontas que são encontradas no mercado.

A calda é composta por leite integral, açúcar refinado e uma mistura em pó que pode ser facilmente adquirida em lojas de suprimentos para sorveterias. Essa mistura deve ser batida seguindo a receita indicada pelo fornecedor até ficar homogênea e, em seguida, depositada nas cubas da máquina. Após alguns minutos, o sorvete estará pronto para ser servido.

Aqui é importante fazermos uma breve observação. Muitas pessoas optam por fazer a mistura da calda em liquidificadores industriais, mas existem no mercado opções de máquinas que darão à sua calda uma qualidade superior. Ao abrir seu negócio, pondere com calma se não vale a pena investir em um maquinário melhor para colocar o seu produto em uma posição de destaque.

Qual é a capacidade de produção da máquina?

É claro que, ao abrir seu negócio, você quer potencializar seus lucros ao máximo. Custos como aluguel do ponto, folha de pagamento, contas de água e luz são fixos. Assim, quanto mais sorvetes você vender por hora, mais essas despesas serão diluídas ao longo da produção.

Uma máquina de sorvete com alta produtividade garante que você atenda com agilidade seus clientes, permitindo que você dissolva rapidamente os custos da operação. Existem hoje no mercado máquinas de diferentes portes, desde aquelas com produção baixa para apenas 15 litros por hora, até máquinas de alta produtividade, com capacidade para 60 litros por hora.

Servir 10 casquinhas por minuto pode parecer muito para quem está pensando em ingressar no mercado. Porém, é preciso ter em mente que uma máquina de menor capacidade não atenderá filas de pessoas querendo milk-shakes de 500 mL por exemplo.

Assim, para satisfazer a demanda que é normal nos horários de pico após o almoço e após o jantar, você deve trabalhar com máquinas de alta produtividade, com capacidade para 60 litros, o equivalente a 600 sorvetes de 100 mL por hora de trabalho.

Quais produtos podem ser oferecidos?

Embora o produto mais tradicional seja o sorvete servido em casquinhas, atualmente as vendas migraram para opções de maior valor agregado, tais como milk-shakes e copos com maior volume e adição de coberturas. Isso exige maior produção do seu equipamento, principalmente em horários de pico.

As máquinas de sorvete expresso mais modernas permitem que você tenha uma gama maior de produtos no seu portfólio. Assim, com uma mesma máquina é possível servir:

  • sorvetes em casquinha;
  • cascão com coberturas;
  • sundaes com caldas saborizadas;
  • milk-shakes;
  • copos com toppings;
  • frozen yogurts;

Outra forma bastante interessante de diferenciar seu negócio é oferecendo diferentes coberturas que podem ser adicionadas aos sorvetes com o acréscimo de pequenos valores no preço final, os chamados toppings.

Paçoca, coberturas de sabores diversos, biscoitos, confeitos de chocolate e cookies são alguns dos itens que você pode incluir para deixar seus sorvetes ainda mais saborosos e chamativos. Dessa forma, além de atrair mais clientes e se diferenciar da concorrência, você também pode aumentar suas margens de ganho, embutindo um pequeno lucro em cada um desses toppings.

Qual é o potencial de faturamento do negócio?

Agora que você já conhece o funcionamento da máquina de sorvete expresso, é hora de conferir os números e ver todo o potencial de faturamento desse modelo de negócio. 

É possível encontrar máquinas a preços diversos no mercado. Como já dissemos, tudo vai depender da qualidade que você deseja agregar ao seu produto e da quantidade de sorvetes que você pretende servir por hora.

Uma dica importante é buscar modelos que possuam bomba de ar de alta incorporação (acima de 60%) para que você possa oferecer sorvetes mais macios e cremosos. Dessa forma, você atrai mais clientes e, consequentemente, obtém maior lucro.

Se considerarmos um negócio que funcione durante 26 dias no mês e que produza casquinhas ao custo de R$ 0,50 cada com preço de venda de R$ 2,50 e sundaes ao custo de R$ 1,00 cada com preço de venda de R$ 5,00, teremos as seguintes projeções de faturamento mensal:

  • 100 casquinhas + 10 sundaes/dia: faturamento bruto de até R$ 7.800,00;
  • 500 casquinhas + 50 sundaes/dia: faturamento bruto de até R$ 39.000,00;
  • 1000 casquinhas + 100 sundaes/dia: faturamento bruto de até R$ 78.000,00.

Viu como uma máquina de sorvete expresso pode ser a melhor opção para iniciar no mercado? O investimento no equipamento pode ser recuperado em pouco tempo, dependendo do balanço entre a quantidade de sorvetes vendidos e os custos para manter o ponto funcionando. Opções como cascões, milk-shakes e copos com toppings oferecem ótimo retorno financeiro e devem ser também consideradas em sua estratégia de vendas.

Agora, é fazer seu plano de negócios e ingressar de cabeça no mundo do empreendedorismo!
Se você ficou com alguma dúvida ou precisa de ajuda para abrir seu estabelecimento de sorvetes, entre em contato conosco! Será um prazer ajudar!
Powered by Rock Convert