Independentemente da estação do ano, sempre dá aquela vontade de refrescar a garganta. Quando você pega a embalagem para sorvete e picolé, por exemplo, já pensou no caminho que eles fazem desde a etapa de produção até chegar em suas mãos? 

A embalagem protege os produtos e ainda é uma ferramenta de comunicação com identidade visual do fabricante para que a marca aumente sua demanda e atinja seus objetivos de negócio. 

Além disso, também pode ser usada para informar e chamar a atenção no ponto de venda, assim aguçará a vontade dos clientes para ser consumida mais rapidamente. A seguir, saiba como fazer sua embalagem para sorvete e picolé! 

Entenda a importância de uma embalagem para sorvete e picolé

A embalagem é importante para garantir os cuidados com a higiene e proteger o produto, evitando o desperdício, o contato direto, inclusive no transporte, além de entreter e educar o cliente. Nela, pode constar uma ação de marketing personalizada, conscientizando o consumidor sobre determinado assunto, por exemplo educação ambiental. 

O processo de embalar os sorvetes e picolés precisa ser pensado para que dê produtividade, economia, atratividade à sorveteria e um custo interessante de forma que não encareça os produtos finais e, ainda, que seja durável no seu manuseio para que os produtos sejam entregues em boas condições. 

Existem três modelos de embalagens e cada uma tem sua funcionalidade: 

  • a primária é a que está em contato direto com o produto; 

  • a secundária é a que guarda e conserva uma ou mais embalagens primárias, porém essa não é a ideal para o transporte; 

  • a terciária é a indicada para transportar o produto final para os pontos de distribuição e venda. 

Toda empresa de alimentos precisa seguir o Regulamento do Imposto sobre Produto Industrializado, para rotular e marcar suas mercadorias com: 

  • o nome da empresa; 

  • o número do CNPJ; 

  •  rua, número, bairro e cidade; 

  • a expressão “Indústria Brasileira”; 

  • outros dados solicitados nas normas e nas instruções da Secretaria da Receita Federal, para a classificação e controle dos produtos. 

Além disso, a Lei 8.078/90 do Código do Consumidor, artigo 31, determina que as informações contidas nas embalagens como características, quantidade, composição, preço, garantia, prazo de validade e origem sejam claros, objetivos e em português. Se os produtos forem alimentícios, é necessário acrescentar o valor nutricional. 

Veja qual o tipo de embalagem ideal

Conheça três tipos de embalagem para sorvete e picolé que são mais usados pelos fabricantes dos produtos. 

Plástico 

De material rígido, porém um pouco maleável, o plástico é um dos mais usados para embalar sorvetes, inclusive os de massa. Sua flexibilidade auxilia no transporte, permite uma facilidade no manuseio e armazenamento, e se adequa à demanda dos consumidores. 

Sua produção obedece as dimensões e a quantidade de polímero pré-determinados. O consumo de embalagem de plástico, geralmente acontece em sorveterias e supermercados para que o produto seja bem-acondicionado. 

Isopor 

Está caindo em desuso devido ao aparecimento da embalagem de plástico, mas o isopor é considerado ótimo para manter a temperatura do sorvete e picolé, e da cremosidade deles. 

As lojas de açaí têm aproveitado o isopor para servir a iguaria em diferentes tamanhos. Até porque o tempo de decomposição na natureza é menor que o plástico, sendo mais vantajoso neste quesito. 

Papel 

A embalagem de papel pode ser parafinada, atóxica, própria para contato com o alimento e impermeável. Seu tempo de decomposição é menor, agregando valor à marca que trabalha com a consciência ambiental junto aos seus consumidores.

É seguro para o transporte, evitando vazamento e conservando a temperatura do picolé. Mesmo com tantos benefícios tem perdido espaço para o plástico devido à demanda do mercado

Faça embalagens personalizadas para sua empresa 

Para ter uma embalagem personalizada é preciso investir em design, soluções sustentáveis, testes e produção. Confira baixo. 

Inove no design 

Existem no mercado empresas de design especializadas no desenvolvimento de embalagens, bem como, direcionadas a sorvetes e picolés para que possam criar recipientes personalizados com sua marca. Dessa maneira, reforçará o ponto de venda e fortalecerá o nome da empresa. Abuse nas cores, formas e dobraduras para atrair os olhos de seus consumidores. 

Os profissionais de comunicação saberão colocar nas embalagens todas as informações necessárias e de forma harmônica para que seu cliente reconheça o produto e, assim, suas vendas aumentarão. 

Aposte em soluções sustentáveis 

Agregue valor à sua marca utilizando embalagens sustentáveis para não impactar negativamente o meio ambiente. Os consumidores veem com bons olhos empresas que se preocupam com a natureza. Essa ação trará resultados positivos no aumento das vendas de sorvete e picolé. Embalagens ecológicas também trazem simplicidade e elegância para a marca. 

Invista em testes com o público-alvo 

Antes de lançar uma embalagem, teste a mesma junto aos consumidores para conhecer a aceitação deles. Você pode apresentar um protótipo a um grupo de clientes especiais e analisar as observações feitas por eles. Assim, fará as adaptações necessárias para lançá-la definitivamente no mercado. 

Pesquise os custos 

Para saber qual embalagem para sorvete e picolé é indicada, é preciso analisar seu modelo de negócio, pois se pretende trabalhar com marca própria é melhor personalizá-la para fortalecer a empresa e ser reconhecida pelos seus consumidores. Claro que isso vai gerar um custo maior dependendo do material escolhido, tamanho, quantidade e impressão da embalagem. No entanto, caso não haja essa pretensão, as tradicionais já prontas no mercado podem servir para os produtos e oferecem um custo mais barato. 

Entender a relevância da embalagem para sorvete e picolé é atrair a atenção dos olhos para que eles cheguem à boca e possam ser saboreados com prazer. Por isso, neste artigo, foram mostrados os tipos de pacotes, o porquê de investir em um invólucro personalizado, quando optar pelo tradicional e as informações que devem constar nele para que seu produto seja vendido com qualidade e segurança, e dentro das normas da legislação. 

Já está pensando em investir no mercado de sorvete e picolé? Então você precisa conhecer as melhores máquinas para trabalhar em casa, desta forma começará sua empresa economizando no aluguel, o que acha?

Powered by Rock Convert