A gestão financeira empresarial é a disciplina que governa a tomada de decisões com o objetivo de aumentar os retornos oferecidos por um negócio. Dentro de uma empresa de sorvetes ou em qualquer outro empreendimento, é preciso administrar o caixa, implementar estratégias para criação de valor e a otimizar a estrutura de capital.

Na prática, isso não significa que você precisa se transformar em um especialista em finanças. Todo empresário tem o potencial de lidar bem com a gestão financeira, desde que consiga traçar um bom plano para a sua empresa e esteja disposto a colocá-lo em prática.

Decisões como a escolha do banco que melhor lhe atende ou o quanto é preciso manter em caixa são atitudes que o gestor deve executar no seu dia a dia.

Quer entender porque esse tipo de gestão é importante, como fazê-la de forma eficiente e quais ferramentas podem ajudá-lo? Continue a leitura!

Por que a gestão financeira empresarial é importante?

A gestão financeira empresarial é a única que pode ajudar a sua empresa a fugir de problemas com dinheiro. Com um bom gerenciamento, você pode observar bem o que funciona operacionalmente e apontar porque um negócio não dá lucro, mesmo que a receita vá bem.

Trata-se, afinal, do conjunto de ações que são realizadas para potencializar os retornos obtidos em um negócio. Esse é, portanto, um bom indicador do que precisa ser modificado ao longo do tempo para atingir o ponto de equilíbrio, aquele momento em que a empresa deixa de dar despesas e passa a dar lucro.

Esse indicador de segurança só pode ser conseguido quando o empreendedor é capaz de entender a importância desse ponto do negócio. Por isso, para fugir do prejuízo e conquistar espaço no mercado, a gestão financeira é a sua grande parceira.

Como tornar a gestão financeira mais eficiente?

Uma das técnicas que podem ser empregadas para tornar a gestão financeira empresarial menos complexa e mais eficiente é a utilização de indicadores capazes de medir a performance e avaliar o quão bem as tarefas fundamentais para o sucesso do negócio são executadas. Há indicadores financeiros, de marketing e até aqueles voltados para o desempenho dos colaboradores.

Conceitos como Retorno sobre Investimento (ROI) ajudam empreendedores a entender exatamente o quanto os seus empreendimentos estão melhorando a cada iniciativa implementada.

Em outras palavras, eles dão uma medida exata dos frutos que foram colhidos ao se integrar uma nova ferramenta ou investir em um novo produto.

O Valor Presente Líquido (VPL) é uma outra métrica que também pode ajudar. Trata-se de uma maneira de medir o quanto valeu a pena investir em uma empresa e o que poderia ser feito com o dinheiro em outra situação. Um VPL baixo, por exemplo, sugere que ter diversificado seus investimentos em um título de crédito teria oferecido mais retornos e indica que há uma maneira melhor de conduzir o negócio.

Que ferramentas utilizar para uma boa gestão financeira empresarial?

Para ajudar as pequenas e médias empresas (PMEs), há diversos aplicativos que tornam o controle do negócio mais fácil. Eles funcionam trazendo visibilidade para todas as informações do empreendimento e oferecendo acesso direto aquilo de que você precisa para determinar as decisões mais assertivas para sua empresa.

Alguns dos principais recursos hoje disponíveis no mercado para isso são o Conta Azul, o Zeropaper e o Nibo. A seguir você entende quais os benefícios de cada um deles e porque investir na sua aquisição!

Conta Azul

O Conta Azul é um sistema de gestão empresarial 100% online que permite administrar aspectos financeiros e fluxos de trabalho de um negócio utilizando apenas um software.

Ele é tido como um dos melhores sistemas para as PMEs porque tem um custo muito baixo e uma implementação bastante simples.

Com o Conta Azul, é possível gerar boletos de cobrança, integrar os dados da sua contabilidade e sincronizar a ferramenta com o banco que você utiliza, para maior precisão nos relatórios.

Zeropaper

O Zeropaper é diferente dos demais softwares de gerenciamento financeiro pela sua forma de acesso a informação. Seus gráficos de visualização de dados como recebimentos e pagamentos são muito intuitivos e fazem com que tomar decisões seja uma tarefa bastante simples.

Além disso, ele está sempre sincronizado com todos os seus dispositivos e permite que você faça negócios em qualquer lugar.

Nibo

O Nibo funciona de maneira similar ao Conta Azul e o seu principal objetivo é trazer simplicidade para a gestão financeira empresarial. Ele está disponível também para dispositivos iOS e Android, o que faz dele uma solução móvel.

Administrar o fluxo de caixa, emitir boletos e integrar a sua contabilidade são todas funcionalidades nativas da plataforma, que utiliza a nuvem para que você tenha acesso a informações do negócio a qualquer hora e em qualquer lugar.

Por oferecer uma série de integrações com as opções de pagamento mais populares do mercado, o Nibo é um favorito dos clientes. Seus preços acessíveis fazem dele o companheiro ideal das PMEs.

Outras ferramentas

Além do Conta Azul, Zeropaper e Nibo, existem outras tecnologias que transformam a gestão empresarial. É o caso como softwares de gestão de relacionamento com o cliente e emissores de notas fiscais eletrônicas. Todos eles o ajudarão a se organizar melhor e a vender cada vez mais.

As boas e velhas planilhas também são ferramentas adequadas para a gestão financeira empresarial. Elas podem ser dedicadas a funções específicas dentro do negócio e ajudá-lo com controle de recebíveis, cálculo de retornos e contas a pagar.

Utilizar o Google Drive e seu recurso de planilhas, por exemplo, é uma boa ideia porque lhe dá controle sobre os dados do negócio sem a necessidade de acessá-los de um computador específico ou apenas quando estiver no escritório. Com isso, é possível aumentar a flexibilidade do trabalho e a produtividade.

Pronto! Viu como na gestão financeira empresarial, assim como em outros pontos do negócio, é importante aprender a analisar métricas? Usando a tecnologia a seu favor, você pode integrar diferentes atividades da empresa, ganhando rapidez e segurança na análise dos dados. Tudo isso para facilitar a organização e alavancar as vendas.

Conseguimos sanar todas as suas dúvidas sobre o tema? Então não se esqueça de deixar um comentário!